Pintas… O que fazer com elas???

images 2No calor, com menos roupa, fica mais fácil achar pequenas manchas. Tome as providências para sumir com elas

Pintas: têm cor e formato variados e a distribuição delas é determinada geneticamente. Costumam aparecer nos primeiros 20 anos de vida e ficam com o aspecto acentuado conforme a exposição solar. Não são um problema, a menos que mudem de formato, tamanho ou tonalidade. Para retirá-las por motivos estéticos, usa-se bisturi.
>> Sardas: são tendência familiar e aumentam conforme a exposição ao sol. Quando se mantém distância da radiação, podem regredir e até desaparecer. Nunca evoluem para o câncer de pele, embora definam um tipo de pele mais vulnerável. Peelings e aplicação de ácidos podem clareá-las.

>> Fitofotomelanoses: a culpa é do suco de limão ou de plantas com seivas fotossensibilizantes. É tocar na pele e ir para o sol que as manchas surgem. Em casos graves podem provocar coceira e ardor. Desaparecem espontaneamente, mas devem ser protegidas com bloqueador solar. images 1
>> Ceratoses actínicas: lesões pré-malignas causadas pelo excesso de sol. Podem ser avermelhadas, descamativas e endurecidas. Aparecem principalmente na face, mãos, braços e calva. Soluções: cauterização ou criocirurgia. No calor, com menos roupa, fica mais fácil achar pequenas manchas. Tome as providências para sumir com elas.
>> Micoses: surgem em situação de baixa imunidade, quando você entra em contato com fungos. Geralmente são esbranquiçadas e devem ser tratadas com pomadas e loções antifúngicas de aplicação tópica, sob prescrição médica.
>> Manchas escuras: segundo o dr. Mario Grinblat, dermatologista do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, esses tipos de mancha exigem observação images 3constante. "O melasma é causado pelo aumento da melanina, enquanto o melanoma é a alteração tumoral das células que produzem a melanina. Os dois têm cura, mas o diagnóstico preciso e precoce é essencial para determinar o  tratamento adequado." Na maioria dos casos, o diâmetro das lesões é maior que 0,6 centímetro. Deve-se observar se há mudança de cor, contorno irregular, verruga inchada ou minilesões. O tratamento é cirúrgico.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s